Fórum dedicado à crônicas de Vampire. Várias crônicas diferentes em tempos diferentes podem estar em andamento (ao mesmo tempo!), então preste atenção ao tópico.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Bar Striber

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Bar Striber   Ter Mar 01, 2016 7:42 pm

O Bar Striber se encontra no fim de uma rua e era na verdade uma casa que fora adaptada. O térreo contava com uma cozinha, um balcão e algumas mesas do lado de dentro. As paredes eram de pedra e decoradas com bandeiras rasgadas, algumas de países e outras de bandas de rock, parecia que sua utilidade era especificamente estética, e não expressavam ideologia alguma. Na área de fora da casa geralmente eram encontradas várias pessoas bebendo e fumando, e o andar de cima era guardado por um segurança, nele os Anarquistas da cidade se encontravam.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Ter Mar 01, 2016 7:45 pm

Na noite de 29/02/2016 a área superior do bar contava com dois corpos nus deitados à espera de mordidas, duas mulheres razoavelmente bonitas (Aparência 3 em termos mecânicos) ficavam dispostas como "sushi girls sem sushi", as duas não tinham marcas de mordida aparentes.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
Hagen Thorn

avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 21/02/2016

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Ter Mar 01, 2016 7:48 pm

[Vindo - Refúgio Hagen]

Tão logo ela falasse das drogas Hagen retrucava – Não é necessariamente as drogas que são ruins, aliás também, mas o pior de tudo é o sangue deles parecer ter gosto de merda, você lembra daquela garota que a gente bebeu em Hadsten, melhor sangue humano de todos os tempos, eu quero pessoas como aquela por aqui... Mas pra isso existe uma necessidade de uma melhora de vida deles. – Hagen não entendi porque explicava aquilo se Riley não daria a mínima.

Quando ela o elogiava, ele a puxava logo após ela terminar de mudar sua roupa e a beijava novamente, sentindo os lábios frios dela tocarem os seus, e lhe deu um sorriso, um raro sorriso já que ele quase nunca sorria.

Seguiram até a moto e ele escutava atentamente o que ela falava sobre a garota. – O jeito Brujah de fazer amigos... – Dizia aquilo meio em tom de chacota, mas de maneira leve, dando uma pequena risada. Por dentro Hagen pensava que poderia ser interessante conhecer a garota já que sua proximidade com Matheus lhe era interessante e por outro lado, ele já estava acostumado a lidar com esquentadinhas, duvidava muito que o temperamento da moça pudesse ser pior do que Riley, tão logo montou em sua moto e prosseguiu.

Ao adentrar no local juntamente de Riley, Hagen perdeu algum tempo observando as pessoas, logo indo em direção ao segurança adentrando a área dos Kindred, ao se deparar com aquelas duas garotas deitadas e nuas soltava um comentário. – Belas tetas, mas essa merda acaba com o calor da caçada. – Olhou pra aquilo com um tanto de desinteresse, no entanto parou poucos segundos pra ver a reação e Riley quanto aquilo e logo observou o redor na tentativa de encontrar o dono e sua acompanhante esquentadinha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Ter Mar 01, 2016 7:56 pm

Breanna entra no bar com alguns olhares curiosos de pessoas que não a conheciam ainda.

Junto com ela chegam Hagen e Riley, essa última empurrando as pessoas que não se dessem ao trabalho de sair da frente a tempo.

Os três sobem juntos e, após passar pelo segurança e atingir o andar superior, Breanna começa a se queixar do ocorrido com suas fotos, mas parece que ninguém sabe algo de útil ou sequer se importa. Matheus e Melissa não podem ser vistos em lugar algum, mas estava cedo para que eles aparecessem mesmo, geralmente os dois só davam as caras depois das 20:00.

(19:30)


Última edição por MESTRE em Ter Mar 01, 2016 8:10 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
Nick Jackson

avatar

Mensagens : 39
Data de inscrição : 01/03/2016

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Ter Mar 01, 2016 8:02 pm

Nick (aparência de 14 anos) observa Breanna atentamente por uns minutos e se aproxima.

- Deixa eu adivinhar, você é uma rosa de belas pétalas negras mas espinhos escondidos. Você se sente deslocada no mundo e não dá a mínima p'a ver golfinhos saltando nas ondas do mar como as suas amiguinhas, mas foi tão fácil se tornar popular que você não conseguiu evitar, então vive se perguntando porque as pessoas gostam de você já que você não gosta delas. Acertei?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Breanna Barton

avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/02/2016

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Qua Mar 02, 2016 7:36 pm

- FILHOS DAS PUTAS APODRECIDAS DESSA CIDADE! – Esbravejou no meio do corredor quando o ouviu mencionar que havia cinzas no meio do salão em que ia expor. Cinzas, das suas fotos? Algum desgraçado entrou lá pra queimar seu trabalho e tentar meter medo nela? Ledo engano ela já não gostava muito daquela vida, então tudo que conseguiram foi enfurecer uma Toreador que só queria paz, e a Coisa dentro dela urrava agora.

Breanna saiu vestida de um modo simples, mas ela ressaltava as curvas, e as suas ficavam perfeitas. Pegou a mochila, jogou no ombro esquerdo, e saiu pela cozinha onde encontrou Joshua lavando a louça – detalhe, eles tinham máquina de lavar louças – ele só podia fazer isso pra irritar ela, eles tinham as drogas das modernidades todas em casa, e aquele lacaio desgraçado insistia em usar tudo a moda antiga.



Ele notou claramente a erguida de sobrancelha direita que ele tomou quando ela se aproximou e beijou a testa dele, saindo dali girando as chaves na mão. Entrou no jipe, abriu o portão e foi em direção ao Bar Striber. O ponto de encontro de humanos, e outros seres. Ela ainda sonhava que um dia haveria um tiroteio lá estilo um Drink no Inferno. Lembrando que todos os vampiros no fim, isso não é bom.

Subiu a escada com outros rapazes e uma garota com ar de “aborrecente enfezadinha” e foi para o balcão desabafando sobre o ocorrido no salão de exposição, enquanto observava quem ia se aproximar do sushi humano.

Ah, ela nem ligou pras garotas sushi, ela não gostava daquilo, preferia caçar, e não ter algo assim tão de graça.

O mais estranho não foi ver que ninguém sabia de nada, mas sim um garoto com cerca de quinze anos vir dar um nó da mente dela falando coisas estranhas. Instinto, Breanna, use seu instinto. Que humano em sua forma mirim iria ser louco o suficiente pra estar naquela alcova de leões com fome? Ninguém em sã consciência deixaria também um moleque assim perambular pelo local daquela forma, se ele fosse normal.

Abusado, falando estranho e intrometido.

Malkaviano? Talvez.

- Okay, vai com calma, me deixa processar... – Simulou dar dois tapinhas na nuca, pra cabeça pegar no tranco, e fez uma careta engraçada de quem tentava entender uma piada pra rir em seguida. Ela era pura simpatia. Simples assim, e deu toda sua atenção pro “novato”.

- É, sou uma rosa, mas dessas malditas com espinhos. Acertou, não me distraio com algo fofinho ou bonitinho. Ah, eu sou uma garota popular sim, mas não muito. Mas, errou quanto as pessoas. O problema é que não conheço muitas, pra saber se gosto ou não delas. E você, quem é garoto sem nome? – Perguntou num tom cordial e não jocoso, sem faltar com respeito, porque aquele tipo de frasco poderia conter curas e grandes venenos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nick Jackson

avatar

Mensagens : 39
Data de inscrição : 01/03/2016

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Qua Mar 02, 2016 8:07 pm

Nick dá um sorriso amargo e semicerra seus olhos quando Breanna o chama de "garoto", então faz uma reverência exagerada e se apresenta.

- Pode me chamar de Nick, minha Lotus Negra - Nick sussurra para Breanna - Eu aposto que tenho uma informação que você acharia bem interessante - e volta a falar em alto e bom som - se estiver afim eu te levo p'ra dar uma volta na minha garupa.

Dito isso, Nick pisca para Breanna e começa a andar em direcção à saída.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Breanna Barton

avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/02/2016

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Qua Mar 02, 2016 8:26 pm

Simula um suspiro, e inclina a cabeça de leve. Obviamente ela havia notado o deslize em sua fala com o intruso, adolescentes normais já não gostam de serem tratados como "garotos", aquilo deveria ter uma porcentagem aumentada em cem por cento quando se tratava de um espírito velho, no corpo de um alguém tão jovem.

- Que informações você teria sobre o acidente em minha galeria, Nick? - Ela pergunta isso, mas fica sem resposta, porque ele já tratava de sair em direção a porta, e pelo jeito ele tinha uma moto. A palavra garupa ficou bem clara.

Breanna pegou o celular na mochila e ligou para Joshua.

- Joshua, achei um dos meus que diz ter informações sobre a invasão no meu atelier. Vou tentar averiguar isso, nenhum babaca vai continuar queimando meu trabalho, literalmente. Vou te ligando. - Ela desliga, falou num tom de voz normal, mas estava um pouco nervosa, por pura raiva. Isso só seria notado no tom de voz dela, pois, seu semblante continuava parecendo com o de um anjo. Caído.

- Hey, espera... - Breanna iria andando do lado até o lado de fora, e faria duas ou três perguntas, porque sair assim com um estranho da sua "raça", mas não da sua "classe" em direção ao nada, não era recomendável e muito menos ela era burra.

Deu um empurrão de leve no ombro dele, antes de enlaçar seu braço com o do rapaz.

- Me desculpe, por antes... Não costumo ser idiota assim. - Sorriu de leve, contudo, com sinceridade. Ela não costumava mentir quando pedia desculpas, porque ela nem costumava desculpar-se por nada, só quando sabia que foi idiota.

- Nick como eu vou saber que você não é parte do solução e sim do problema? - Foi a primeira pergunta e última. Ela encaixou seu braço no dele, como se tivesse acompanhando o rapaz pra fora do local.

- E a informação vai me custar o que gentil, cavalheiro? Porque eu sei que tudo nessa vida tem um preço... - Falou um pouco amarga aquela última frase.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nick Jackson

avatar

Mensagens : 39
Data de inscrição : 01/03/2016

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Qua Mar 02, 2016 8:39 pm

Nik balança a cabeça enquanto Breanna fala ao celular para todos ouvirem, mas continua andando.

Quando Breanna segura seu braço Nick diminui o passo, e os dois andam lado a lado até a saída.

- Você não vai saber, acho, mas somos todos um bando de perdidos, tanto faz você ficar perdida aqui ou onde eu vou te levar. Você faz muito barulho, já te disseram isso? Tente ser mais discreta e você vai durar muito mais.

Quando os dois chegam à velha Harley de Nick e se acomodam, ele diz p'ra ela se segurar e ficar tranqüila, porque o primeiro favor é uma cortesia de cavalheiro.

Assim que termina de falar Nick sai da frente do bar acelerando o máximo que a moto suporta, o vento atingindo uma velocidade que Breanna provavelmente nunca sentiu pelas ruas semi-desertas.

(20:00)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Riley Hattaway

avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 29/02/2016

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Qua Mar 02, 2016 8:56 pm

Riley observavam os acontecimentos e as atitudes de Breanna com indiferença, enquanto conversava com todos no bar com certa intimidade. Em certo momento, depois da saída do casal chamativo, Aparecem Matheus e Melissa pela entrada, sem dar muita atenção pros presentes.

- Hey, está cheio de casaizinhos hoje nesse bar, heim? Quanto amor!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Panatti

avatar

Mensagens : 12
Data de inscrição : 23/02/2016

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Qua Mar 02, 2016 8:59 pm

Matheus dá uma risada qualquer do comentário de Riley, mas Melissa responde no mesmo instante.

- Olha quem está falando, a metade dos pombinhos da cidade. Se enxerga moleca.

Todos os presentes dão muita risada mas Matheus sai andando p'ra um quarto que ele usava de "escritório".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Riley Hattaway

avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 29/02/2016

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Qua Mar 02, 2016 9:15 pm

O sangue de Riley começa a ferver quando escuta as risadas de todos ao seu redor, sua face começa a se contrair e ela fecha os olhos p'ra se concentrar por um instante.

- Deve ser péssimo p'ra você ficar na sombra dos outros, igual um poodle adestrado que nunca anda do lado do dono, né? Isso tudo é inveja sua? Se você quiser a gente resolve isso agora mesmo, do jeito que você preferir, sua vagabundinha barata.

As risadas então se transformam em uivos e todos passam a observar Melissa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Panatti

avatar

Mensagens : 12
Data de inscrição : 23/02/2016

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Qua Mar 02, 2016 9:18 pm

Melissa escuta cada palavra e responde sem pestanejar.

- Vai se foder, guria idiota, no dia que eu te quiser morta eu te chamo p'ra assistir em primeira pessoa a sua surra.

Depois disso ela vira e vai até a sala de Matheus enquanto alguns presentes dão risada e outros ficam tristes por não ter rolado a briga.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hagen Thorn

avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 21/02/2016

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Qua Mar 02, 2016 10:11 pm

O soslaio de Hagen virou-se em direção a Breanna, ele havia pegado a conversa andando, mas com o caminhar das coisas ele parecia entender exatamente o que estava acontecendo, ainda que não pudesse prestar nenhuma ajuda, no entanto decidiu ficar à disposição e quem sabe futuramente poder trocar alguns favores ou coisas ainda melhores que simplesmente isso.

Hagen discretamente tomou seu celular em mãos e se aproveitando do contato com a fotógrafa lhe passou uma mensagem “Venha trocar uma ideia comigo depois.” – apenas aquilo, discreto e silencioso como um setita deveria ser, tão logo colocando o celular ao bolso novamente, observando que onde Riley tinha pouco ou nenhum interesse, ele tinha uma visão muito mais ampla, como era de se esperar.

Quando a primeira animosidade entre Riley e Melissa começou, Hagen pôs sua mão ao ombro de sua garota, como se fosse um aviso tanto pra ela própria do que já haviam falado, quanto pros outros engraçadinhos que quisessem fazer algo, incluindo Melissa. Porém quando Melissa fizera aquela ameaça direta com a palavra “morte” Hagen deu um passo à frente e a encarou.

- Não faça ameaças vazias. – E por um relance seus olhos brilharam amarelado como o de um serpente, de maneira quase imperceptível aos demais. – Eu não sei qual é o seu jogo, mas eu não sinto o sangue dos Brujah correndo em suas veias, e afinal, ninguém quer ninguém morto aqui certo? – arqueou uma das sobrancelhas. A voz de Hagen soava o tempo toda amistosa e seu timbre era incrivelmente gostoso de ser ouvido, quase pacificador.

Hagen voltou-se a Riley. – Bebê fica fria, não quebra a porra do bar todo, eu preciso dar uma palavra com Matheus, volto logo. – em seguida ele tinha intenção de rumar em direção a mesma porta que Melissa, queria falar com o chefe não intitulado do lugar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Qua Mar 02, 2016 10:27 pm

Melissa manda Hagen se foder também quando esse começa a defender Riley, mas quando ele a acusa de não ser Brujah ela fecha a cara por um instante, diz que nunca perderia o controle por causa de insectos e fala que gente mole morre cedo nesse mundo, não como uma ameaça mas sim em um tom de chacota com a atitude pacifista de Hagen.

Logo depois que Melissa entra na sala de Matheus Hagen também entra e Nick volta para o bar com Breanna.

(20:45)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
Nick Jackson

avatar

Mensagens : 39
Data de inscrição : 01/03/2016

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Qua Mar 02, 2016 10:35 pm

O motor da Harley de Nick pode ser ouvido desde antes de virar a rua, e ao estacionar o casal desce com uma atitude bem íntima, andam pelo bar enquanto alguns humanos olham com raiva pro garoto que está levando aquela bela mulher pela cintura e bebendo uma cerveja roubada de uma mesa qualquer.

Chegando ao segundo piso de cima Nick chuta o pé de alguém p'ra que saia de uma poltrona mais larga e então senta com Breanna em seu colo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Breanna Barton

avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/02/2016

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Qua Mar 02, 2016 10:43 pm

Eles paravam em determina altura da estrada, e ficam numa rua deserta.

- Olha, aqui é perigoso, pra um namorado o senhor não está cuidando bem de mim... - Fez beicinho, enrugando a testa, formando covinhas no rosto e acredite ela fica linda fazendo isso.

- Mas, até que é romântico... - Ah, ela já imaginou a cena, deles mesmos refletidos em algum espelho enorme, ou mesmo focados por lentes boas, como as das câmeras dela. Aquele contraste de jovialidade rebelde com os modos certinhos da garota.

- Porque quis me ajudar, Nick? Que eu saiba você não me conhece pra querer fazer algo bom por mim. - Foi uma pergunta sincera. Ela sentiu algo na mochila tremer, era o celular, estava no vibracal, e abriu o zíper, tirando o aparelho e vendo a sms. Era de Hagen, não eram grandes amigos, apenas um conhecia o outro, e pelos deuses mais sórdidos do Mundo humano, ele era gostoso. Contudo, ele tinha algo que fazia Breanna travar.

A jovem Riley. Ela era uma amaldiçoada que vagaria pelos longos anos sozinha.

Já Hagen tinha aquela pequena cuidando dele, e vice-versa.

Coisa assim não se estraga, mesmo no Mundo de sentimentos disformes em que criaturas como eles viviam.

Ela deixou a tela do celular a mostra, não tinha porque esconder aquilo.

Viu Nick, sua "namorada" não queria segredos. Estragam qualquer relação.

"Assim que for possível, entro em contato. Até."

Olhava pra ele e piscava com o olho direito.

- O que você faria? Oh... Espera! - Saltou do muro e caiu de novo como um gata, afinal era baixo, ela não era nenhuma salteadora, mas ainda assim era uma boa dançarina por isso tinha equilibro suficiente para não tropeçar e fazer besteira ali.

- Isso vai custar algo mais, o que você quer? - Perguntou rindo num tom baixo e escondendo o sorriso com uma das mãos, ela se achava estranha sorrindo.



Ele nada responde, e indica que iam voltar pro Bar.

Chegam abraçados, ele a segurando pela cintura, e é claro que a Toreador sente os olhares de raiva de alguns elementos pra cima do rapaz por estar junto dela.

Ele rouba uma cerveja e senta num sofá, a puxando pro colo dele.

- Hey... - Deixa um braço no ombro dele, alisando os cabelos do novo amigo, mesmo sabendo que ele não sentiria prazer algum naquilo.

- Me deve uma resposta... E se colocar a mão na minha bunda, eu vou te beliscar, okay? - Sorriu pra ele mostrando a língua de leve e riu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nick Jackson

avatar

Mensagens : 39
Data de inscrição : 01/03/2016

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Qua Mar 02, 2016 10:58 pm

Nick fica sentado com Breanna em seu colo bebendo a cerveja e olhando fundo nos olhos de todos presentes. Talvez o facto dele poder beber cerveja causasse mais inveja do que a garota no seu colo, mas na mentalidade infantil dele era sempre preciso provar algo pro mundo. Provar que ele não era uma criança.

- Eu só te ajudei porque nós somos dois perdidos nesse mundo, eu falei isso. Se eu tivesse aquela informação e não te passasse teria perdido meu tempo seguindo eles, e honestamente... Ela não valia muito mesmo assim. Já as minhas teorias... Elas valem alguma coisa, e aqui estamos.

Nick mata a cerveja em um gole e fica encarando um homem com pinta de caminhoneiro enquanto sorri.

- Eu no seu lugar teria feito uma armadilha p'ra seqüestrar os carniçais que fizeram isso, depois usaria eles de armadilha p'ra pegar o Toreador e faria uma exposição dele com o nome "do pó às cinzas". Hahaha

Quando estava terminando de falar o tal caminhoneiro perde a paciência e começa a andar na direcção dos dois, até que um amigo o segura e insiste que ele deixe p'ra lá, mas quando o homem está mudando de idéia Nick joga seu copo na cabeça dele.

- Você aí, vai me buscar outra cerveja.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Riley Hattaway

avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 29/02/2016

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Qua Mar 02, 2016 11:05 pm

Quando o homem consegue se desvencilhar do amigo e está prestes a partir p'ra cima do casal Riley segura seu pescoço e imobiliza o homem.

- Está achando um bom dia p'ra morrer? Vai embora daqui antes que eu te deixe cair na provocação de alguém.

Enquanto estava imobilizado o homem consegue esfriar um pouco a cabeça e dois amigos o arrastam p'ra fora do bar. Então Riley se vira p'ra Nick.

- E você, se quiser brigar com alguém não escolha um tão fraquinho, eu estou aqui.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Breanna Barton

avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/02/2016

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Qua Mar 02, 2016 11:33 pm

- Olha só... Você de novo não tem nem a cara... - Por alguns instantes ela se questionou que aliança foi fazer com aquele vampiro bebedor de cerveja e encrenqueiro.

A resposta de Nick foi cruel. Até que ponto ele tinha imaginação e usada assim para o Mal?

Breanna notou o rapaz é seu jeito provocativo para com os que estavam em torno deles. E maneou a cabeça em negativo quando ele jogou o copo de cerveja no caminhoneiro.

Levantou do colo dele é ia pedir desculpas quando tudo aquilo aconteceu. Breanna estava a ponto de perder a docilidade.

Mas, era Riley.

- Oi Riley... Ele não quer brigar, talvez só provar coisas... Idiotas. - Breanna se voltou pra Nick. Andou até Ele e dobrou o corpo deixando parte do decote e mostra pra ele.

Langeri de renda vrrmelha, querido. Olha bem.

Colocou as mãos sobre os ombros dele esticadas e apoiadas no sofá deixando seu rosto quase colado no dele.

- Poderíamos ter uma noite maravilhosa juntos pelo simples fato d'eu estar contigo e não me importar com essa sua... aparência. - MECHEU a cabeça de leve deixando alguns cachos caírem do lado direito.

- Mas se você preferir bancar o babaca ao invés de curtir minha companhia eu caio fora, a brincadeira estava ótima... - Estava até ele falar com ela como se fosse qualquer vagabundo do bar e arrumar briga com um idiota por motivos idiotas.


Beijou de leve os lábios dele é de afastou.


- Vou estar no Bar. Se quiser vou estar lá pro velho Nick falar comigo e me fazer companhia pelo resto de noite. Como combinado. Até... - E saiu. Rebolando. E rapaz ela não brincava em serviço. Porque começou a tocar uma música gostosa. E essa maldita sabia mexer o corpo.

Riley ela não te ignorou. Apenas sabia que falar mais só ia te irritar. E agradeceu a "ajuda" com um toque leve no ombro direito. Com respeito. Por você e por Hagen. Já que Breanna era uma das únicas criaturas do sexo feminino que não dava em cima do seu amante.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nick Jackson

avatar

Mensagens : 39
Data de inscrição : 01/03/2016

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Qui Mar 03, 2016 12:36 am

Nick agora estava furioso por causa de Breanna. Ela não apenas havia quebrado sua palavra como falou para o bar inteiro que estava com ele como parte de um acordo. Tremendo de raiva Nick se levanta e grita para Riley segui-lo.

Os dois descem as escadas enquanto Nick bufa e Riley dá risada. Ao passar por Breanna, Nick olha fundo nos seus olhos e ela sente algo parecido com o efeito de Olhar Aterrorizante (para efeitos mecânicos).

Enquanto saíam Nick empurra o ombro de um homem que não saiu de sua frente, fazendo com que esse gire e caia no chão com o ombro deslocado. Os dois seguem até uma área dos fundos e percebem que foram seguidos por quase todos os vampiros que estavam no bar, que agora formavam um círculo e impediam que os humanos chegassem à área.

Agora Riley e um garoto de 14 anos estavam frente à frente, cada um querendo descontar a raiva de alguém que não o outro, mas eles se conheciam um pouco e sabiam a hora de parar. Provavelmente.

A cara fechada de Nick se transformou em um sorriso de orelha à orelha depois de levar o primeiro soco de Riley. Era um acordo de cavalheiros que esse esporte começasse com um golpe do mais novo sem tentativa de defesa, para que o outro soubesse como se controlar e evitar algum desenrolar desnecessário.

Assim que Riley tentou dar o segundo soco o corpo de Nick girou rapidamente e ele acertou um chute na cabeça da mesma, que caiu no chão arrancando um pouco da grama. Agora que os dois estavam aquecidos começa uma briga desengonçada com chutes, socos e arremessos. Sempre que algum dos dois estava sendo lançado para fora do círculo alguém segurava o corpo no ar e trazia de volta. Inegavelmente os dois estavam se divertindo muito, apesar das feridas evidentes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Qui Mar 03, 2016 1:00 am

Enquanto os dois se preparam p'ra mais uma troca de golpes algo vindo do alto atinge Nick no rosto, fazendo com que os dois olhem para cima. Matheus está olhando profundamente nos olhos dos dois e logo Hagen aparece ao seu lado. Nesse momento Riley percebe que estava próxima ao frenesi. Matheus sai da janela puxando Hagen e os dois brigões se acalmam, trocam um aperto de mão confuso e saem de lá, voltando pro bar.

Em volta das mulheres nuas novamente os dois sentiam a falta do sangue gasto durante a briga, e aqueles corpos ridiculamente expostos já pareciam bastante convidativos. Uma vez curados de seus ferimentos os dois beberam um pouco das garotas e sentaram juntos, conversando como grandes amigos.

(21:30)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
Breanna Barton

avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/02/2016

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Qui Mar 03, 2016 4:53 pm

Parabéns, Breanna você deveria ter ficado em casa curtindo um filme bobo ao lado de Joshua, e não teria se metido em confusão com estranhos. Ela se tocou do que falou e o pior de como falou depois que Nick pareceu querer arrancar seu coração, quando passou por ela.

Breanna cerrou os dentes, o vendo passar por ela daquela forma.

O alegre parceiro agora era um sádico ou algo assim, porque além de aceitar o desafio de Riley ele machucou-a, não fisicamente, mas mentalmente, o que era bem pior.

Fechou os punhos segurando os braços junto do corpo como que congelando por alguns segundos, se tivesse saliva naquele corpo ela sequer conseguiria engolir.

Se pudesse respirar estaria lhe faltando ar, ela só viu os vultos saírem de perto dela, e irem pra fora, seguir a briga do casal, e alguma coisa nela dizia que ele ia adorar aquela briga.

Não havia mais nada ali além dela, e dos sushis femininos.

Breanna se permitiu chorar. Um choro silencioso e doloroso.

Ela conseguiu caminhar até a saída pelo caminho usual, limpando na manga da camisa as lágrimas, e segurando as alças das mochilas com força com a mão direita. Algo nela queria explodir, e ela não sabia o porque direito.

A Toreador pegou as chaves do jeep e saiu do Bar, antes enviou uma sms para Hagen, outra sms.

“Eu deveria ter ficado em casa, e me isolar da droga deste Mundo. Falamos outro dia.”

Ninguém mais ia vê-la agora por um bom tempo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Riley Hattaway

avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 29/02/2016

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Qui Mar 03, 2016 8:15 pm

Riley está sentada ao lado de Nick dando risada, os dois estão com suas roupas ensanguentadas e rasgadas, mas parecem não se importar. Ao ver Hagen se aproximando ela diz:

- E aê, conseguiu o que queria com o Matheus? Eu quero te falar uma coisa depois, quando quiser vamos lá p'ra rádio.

(21:30)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hagen Thorn

avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 21/02/2016

MensagemAssunto: Re: Bar Striber   Qui Mar 03, 2016 11:19 pm

[Indo: Refúgio de Breanna]

Ao se deparar com Riley e o cara, nitidamente Hagen não o olhava com bons olhos, não havia gostado daquela atitude do garoto, ainda lá no fundo havia uma vontade de estraçalha-lo porém restringiu-se dando ouvidos a sua companheira.

- Consegui mais ou menos, mas as perspectivas são boas. – Respondia apenas o necessário, quanto a rádio, meneou em positivo e apontou pra moto como se chamasse Riley.

Hagen montou em sua moto e esperou a Brujah, assim que ela se acomodou arrancou de maneira feroz cortando a rua deserta e se desvencilhando daquele pessoa.

- Mas que merda foi aquela? – perguntava com voz e cara de poucos amigos, ele estava nitidamente insatisfeito.

A direção que tomava não era da rádio, mas sim do endereço de Breanna, queria trocar algumas ideias com ela, e quem sabe a conseguir como aliada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Bar Striber   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Bar Striber
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 5Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Wampyr: The Masquerade :: Role Playing Games-
Ir para: