Fórum dedicado à crônicas de Vampire. Várias crônicas diferentes em tempos diferentes podem estar em andamento (ao mesmo tempo!), então preste atenção ao tópico.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Ruas de Skind.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 10:56 pm

O garoto encarava os olhos de Breanna e começava a chorar de novo, dessa vez de felicidade por ter encontrado alguém com um mínimo de empatia na vida miserável dele, então ele guarda o dinheiro no bolso e diz que só aquilo já era o suficiente, ela não precisava ficar sem relógio.

Enquanto os dois caminham juntos Breanna consegue perceber que ele está com muito frio mesmo, e machucado no pescoço. Ver aquele sangue, por mais que já seco, deixava Breanna um pouco excitada pela fome que já começava a bater.

O garoto então explicava enquanto eles caminhavam que sua mãe morrera há alguns anos e que desde então seu pai o culpava por isso e por tudo mais que acontecia. Ele também tinha uma irmã poucos anos mais velha que era prostituída pelo pai para ajudar na renda da casa, e os dois planejavam fugir um dia. Em certo momento o garoto diz: "minha casa é logo ali, pode ir embora moça, é perigoso p'ra senhora por aqui".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
Breanna Barton

avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 11:05 pm

- Que idade tem sua irmã? - Perguntou com tom de curiosidade. A própria filha, que escroto, maldito.

Ela fechou o punho direito quando viu o ferimento no pescoço do garoto, engolindo algo em seco, como se forçasse a Coisa e ficar quieta.

- Não precisa se preocupar, eu sei me cuidar de pessoas como seu pai. Não me disse seu nome ainda... - Fez aquela pergunta com um sorriso amável estampando o rosto.

- Vocês não tem avós ou algum tio com que possam ficar? Por mais podre que essa cidade seja, alguém poderia ajudá-los a ir morar em outro lugar. - Era uma dica. E começavam a chegar perto da casa dele. Tirou a jaqueta e entregou pro garoto.

- Te levo até em casa, pra me certificar que vai chegar bem, e vou conversar com seu pai, eu sou bem persuasiva... - Um olhar maldoso passou rapidamente pelos olhos dela, mas como estava um pouco escuro era provável que ele sequer visse.

- Eu sai de casa com menos de 19 anos, e fui me virar sozinha, até que me dei bem. Quem sabe você e sua irmã não possam fazer o mesmo... - Porque talvez fossem ficar órfãos naquela noite.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 11:14 pm

O garoto responde que sua irmã tem quinze anos e se chama Max, ele tem 12 e diz que se chama James. Quando Breanna pergunta sobre uma possível família, ele diz que sempre viveu só com os pais, e não lembra deles terem falado sobre terem família.

Quando param na frente de casa, James fica parado um pouco e diz que ela não precisa mesmo entrar, que está tudo bem, mas enquanto fala isso eles escutam um barulho alto vindo da casa, entram correndo e vêem uma garota caída no meio da sala sangrando, e um homem com o cabelo desarrumado no alto de uma escada logo atrás.

Ver todo aquele sangue deixa Breanna tensa, mas ela consegue segurar a besta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
Breanna Barton

avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 11:28 pm

- Vocês são jovens demais... - Ela balbucia, e então chega na frente da casa dele, não sentia frio apesar do clima estar assim, colocou a mão no ombro do garoto e ficou parada.

- Mas, o que... - Eles acabam entrando na casa, depois de ouvir um barulho alto, como algo caindo, e pra surpresa dela e provável terror do irmão a garota estava caída no meio da sala, sangrando.

Ela cerra os dentes, e para olhando a cena, depois fixa os olhos no pai.

- Boa noite senhor, precisamos conversar... - Não tirou os olhos dele.

- Max, você pode cuidar da sua irmã eu preciso falar com seu pai a sós... Dúvido que ele não queira falar comigo no quarto... - Sorria com um jeito charmoso de um modo perigoso, mas isso somente o homem notaria.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 11:34 pm

Quando Breanna entra na casa James já vai socorrer sua irmã, e ao falar com o homem, o mesmo responde positivamente e a espera para conversarem, mas Breanna escuta James gritando "ela machucou o pescoço! Está sangrando muito!".

Durante a queda, Max cortou seu pescoço e agora estava perdendo sangue rapidamente. Ela mantinha seus olhos bem abertos olhando pro tecto enquanto respirava rápido, mas não conseguia falar nada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
Breanna Barton

avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 11:46 pm

Pense rápido, Breanna, ou ela vai morrer.

- Max, pega aquela toalha em cima do sofá e pressiona o pescoço dela, vou fazer uma ligação pros socorristas... - Ela ia subindo a escada rápido chegou na frente do pai deles, e beijou os lábios do homem, levando-o pra um quarto, de casal, deveria ser dele e da falecida esposa.


Cheirava bebida forte e barata.
Tic tac, a garota vai morrer Breanna.

- Senta aqui bonitinho, eu já volto, não vai se arrepender, bonitão... - Piscou pra ele e fechou a porta do quarto, na verdade, trancou-a.

- Rápido... - Chegou nos pés da escada e sabia o que fazer, mas com o garoto ali não dava.

- James, preciso que você seja forte, vá na cozinha e traga mais toalhas limpas, e água quente, eu vou ajudar sua irmã, okay? É uma ordem, vá! - Esperava que ele fosse pra fazer o que precisava fazer. Lamber um pouco do ferimento até o socorro chegar.

Se ele se mostrasse relutante, ela mudaria o tom de voz pro da mesma garota que o ajudou minutos antes no meio da rua e pediria com carinho. - Por favor, confia em mim... Coisas boas acontecem, as vezes... - E sorriria um pouco, na medida certa pra passar confiança pro garoto.

Ela somente ligaria quando tivesse certeza que sua ajuda "pessoal" deixaria a garota estável pelo tempo suficiente para falar com o desgraçado do pai.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Dom Mar 06, 2016 12:08 am

James seguia as ordens de Breanna, mas ao lamber o pescoço da garota ela percebia que a mesma já havia perdido sangue demais, sangue esse que estava espalhado no chão e agora e sua boca... Max estava desmaiada e provavelmente morreria em alguns minutos se não recebesse uma transfusão...

Enquanto Breanna pensava nisso sua fome aumentava e um barulho começava a vir do andar de cima, era o pai de James batendo na porta trancada do quarto: "Abra isso! Quem é você, vadia!?".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
Breanna Barton

avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Dom Mar 06, 2016 12:34 am

Não deu certo. O pai saiu da sua presença, Perdeu efeito do poder. Logo o garoto voltaria e isso aconteceria com ele também. Max ia morrer logo sem cuidados mais sérios, já que seu método não deu certo.

Pensa rápido Breanna, você é uma garota esperta.

- Vamos fazer um Teatro... - Falou consigo mesma.

- JAMES CORRE PRA FORA TÁ COM CHEIRO DE GÁS! TO LEVANDO A MAX! - e até isso que ela fazia. Arrastando a garota pra fora. Em segurança. E correndo pra dentro de novo, pra cozinha.


- Vai cuidar dela, arrastei Max pra frente fica lá até a polícia e ambulância chegar, tá? - Estava suja sim. Na boca, pescoço, mãos e um pouco do cabelo tinham sangue da irmã dele. Porque? Precisou arrastar ela, James.

Óbvio que Breanna tinha limpado a maior parte do sangue da boca. Não era tola. Esperaria ele ir embora cuidar da irmã e ligaria o gás da cozinha.

Guardou isqueiro no bolso de calça bem fundo pra não perder. Ele ia subir. Mas não seria a garota boazinha. Ela ia comer, papai covarde. E depois acender algumas chamas.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Dom Mar 06, 2016 12:47 am

Apesar do efeito da Presença ter passado em James, ele segue as ordens de Breanna e fica com Max na frente da casa, não antes sem dizer chorando que ninguém havia atendido a ligação. Não viria socorro algum, aquela cidade era assim, com sorte, muita sorte, algo funcionaria, mas não dessa vez.

Breanna abre o gás da cozinha e segue até o andar superior da casa, onde o homem esmurrava a porta e gritava.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
Breanna Barton

avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Dom Mar 06, 2016 1:01 am

Ato número dois.

Você vai ver um demônio, papai.
Desgraçado.
Breanna não era mais a garota. Era a vampira e estava encantada de uma forma sombria.

Ela desta vez ia se impor.
Abriria a porta e diria encarando-o.

- Tá tudo bem, só quis tirar as crianças de perto de nós... - se aproxima dele levando-o pra uma parede, alisando os cabelos do homem, abraçando -o.

E o mordendo enfim.
Alimento. Levaria uma mão na boca dele pra cala-lo. Mas sabia que não ia precisar muito. Era prazeroso. Eles gostavam.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Dom Mar 06, 2016 1:08 am

Breanna crava suas presas no pescoço do homem que estava em transe, o corpo do mesmo fica pressionado contra a parede do quarto enquanto ela bebe se sangue. Um, dois litros de sangue e ele desmaia, então Breanna o solta caído no chão.

A casa começa a ser preenchida pelo gás da cozinha, e a mais leve faísca pode provocar uma explosão agora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
Breanna Barton

avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Dom Mar 06, 2016 6:15 pm

Aquela vida ela ia ceifar, pois sugou o sangue do pai do casal até ele desmaiar, lambeu o ferimento em seguida, pois, não queria levantar suspeitas de nada, lembrava bem da Máscara, e ela já havia dado passos ali que nunca dera antes.

- Vai morrer sozinho e queimado, velho maldito... - Falou num tom baixo e cheio de rancor, Breanna detestava pessoas assim, estas eram apenas gado, e sua natureza vampirica falara mais alto naquela noite.

Não apagou ou acendeu luz alguma antes de sair da casa, foi pra perto da garota e do irmão do lado de fora.

Era questão de minutos pra Max morrer ali nos braços do irmão.
Era tempo suficiente pra ela ajudar.

- James, segura a mão da sua irmã com força, e fecha os olhos bem forte. Ela vai precisar da sua força, tá? - Falou com gentileza, mas o garoto poderia notar um leve teor de pressa na voz da nova amiga.

- Eu prometi te ajudar, e vou ajudar. - Mas, preciso que feche os olhos e encoste a cabeça no peito dela, agora. - SOMENTE se ele fizer isso, e não espiar é que ela iria pegar o próprio pulso e rasgar um pouco dele, enfiando um pouco do sangue dela na boca da garota. Se ela notasse que ele tenta espiar, Breanna colocaria a mão na cabeça do garoto.

Mas, ela pediu usando seu "encantamento", afinal estava "abastecida" com o sangue do pai deles.

Lamberia o ferimento rapidamente no próprio pulso e ligaria pra policia do celular que tinha, afinal eram descartáveis, quando desejasse bastava jogar fora.

Sem identificação, sem nomes marcados, sem pistas.

Ela é uma garota esperta, lembra?




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Dom Mar 06, 2016 9:51 pm

Breanna dá um pouco de seu sangue para a menina desmaiada, fazendo com que a vitae escorra pela garganta da mesma. Logo depois ela tenta telefonar para a polícia, pois não existe um corpo de bombeiros ou pronto socorro na cidade.

Após alguns minutos chamando alguém atende. "Alô? Se for trote você vai ver heim!".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
Breanna Barton

avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Dom Mar 06, 2016 10:52 pm

O garoto atendeu ao que ela pediu e nada viu.
Então ia continuar vivo, porque ela sabia o quanto estava errando naquela bagunça que se tornou a noite que deveria ser de caça.

- Não é trote, tentativa de homicídio, tem uma adolescente com ferimento grave no pescoço, ela está perdendo muito sangue, o pai tentou matá-la, se ninguém vier, ela vai morrer, não tenho como levá-la ao Hospital, por favor, venham rápido, a casa está com cheiro forte de gás... Parece que o pai estava tentando matar os filhos... O mais novo está comigo cuidando da garota. O pai está desmaiado no quarto de cima, não consigo arrastar ele, venham rápido, por favor... - Daria o endereço depois de pedir pra James e levantaria.


- Cuida dela, vou ver se consigo tirar seu pai de lá antes que isso exploda... Seja forte, James. - E levantou de perto da garota, indo pra casa novamente, cuidadosa subiu as escadas com um objeto de decoração em mãos, era algo pesado e serviria pra acertar a cabeça do maldito se ele estivesse acordado.

Estava desmaiado ela havia drenado muito dele.

Desceu as escadas, e então tirou o isqueiro da calça.

Mas, desistiu de usá-lo, porque acabaria apagando no ar e só perderia tempo.

Olhou pro lado direito da porta, o interruptor, usaria outro dom seu.

Acenderia o interruptor e então correria o mais que conseguisse pra fora, a corrente elétrica faria todo o serviço, já que para acender a luz uma pequena faisca era necessária e considerando o modo como a casa era velha, explodiria sim, na verdade, pegaria fogo suficiente pra matar de vez aquele maldito.

Lembrou antes de pensar em ligar o interruptor de limpar suas digitais de tudo que tocou.

Do objeto de decoração, ao interruptor, sempre esfregando com uma toalha pequena que achou na cozinha quando ligou o gás.

Sem pistas, apenas um corpo.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Dom Mar 06, 2016 11:21 pm

Breanna era rápida, ao apertar o interruptor ela corria em uma velocidade sobrehumana p'ra fora da casa, mas nada acontece. Ao olhar para trás, Breanna vê a casa finalmente explodindo, mas não uma cena de filme de Hollywood onde objectos saem voando junto com o tecto e paredes, deixando apenas uma grande área destruída. Não, o interior da casa se transformou em uma enorme bola de fogo e as janelas quebraram, liberando labaredas pelas aberturas assim como pela chaminé da casa.

Breanna estava a uma distância segura, mas aquele fogo todo e o calor atingindo seu rosto fizeram algo com a Besta dentro de si, por um segundo ela quase perdeu o controle de sua mente, imagens horríveis cruzavam seu pensamento e ela sabia que precisava sair o mais rápido possível de lá ou perderia o controle.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
Yohan Enough

avatar

Mensagens : 55
Data de inscrição : 21/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Seg Mar 07, 2016 1:17 am

Após deixar o Nosferatu-móvel com a sua cara, o rato segue a todo calor para o tão famoso bar. No caminho pede para Skud sintonizar na rádio do cara de serpente, namorido da mulé macho, afim de saber das fofocas da noite. Adorava aquele programa interativo da madrugada, dava vontade de vomitar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Seg Mar 07, 2016 1:45 am

Yohan passava pelas ruas com seu novo velho Jeep enquanto ouvia as músicas que Hagen deixara tocando na rádio. Eram músicas de rock em sua maioria. Músicas antigas, clássicas. Chegando ao bar Yohan escuta no rádio um ouvinte falando com Hagen em uma voz estranha...

"Olá olá olá, é tão difícil falar com o tão requisitado Häagen-Daz![...]"

(00:40)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Seg Mar 07, 2016 5:34 pm

Tavs anda sem rumo pelas ruas de Skind, achando todas as coisas ao mesmo tempo estranhas e interessantes. Lá pelas tantas ele escuta um som estranho, algo que nunca havia escutado em sua vida. Parece um barulho de metal vibrando, pequenas explosões, talvez o rosnar de uma criatura enorme como um dragão. Dragão? Tavs lembra de algo assim, um réptil gigante, talvez tenha visto ou ouvido estórias sobre isso em outra vida. Enquanto o rosnado aumentava Tavs consegue ver ao longe um animal muito rápido e negro, mas não se parece muito com um réptil, esse animal vem em sua direcção a uma velocidade sobrenatural e lembra um cavalo ou leopardo gigantesco.


Última edição por MESTRE em Seg Mar 07, 2016 5:40 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
Tavs

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 07/03/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Seg Mar 07, 2016 5:37 pm

Ao olhar pra aquela coisa Tavs dá um pulo pro lado, ficando longe da linha do animal, o gigante se prepara pro impacto, temendo que a criatura viesse pra cima dele, ele balbucia. - Animal estranho, isso não ser como rato e morcego. - ele ficava lá parado esperando pelo ataque iminente, de punhos em riste.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nick Jackson

avatar

Mensagens : 39
Data de inscrição : 01/03/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Seg Mar 07, 2016 5:48 pm

Nick vê aquele mendigo saltando para a calçada e olhando assustado p'ra si, então diminui a velocidade e mantém uma certa distância enquanto pára a moto virado para o homem.

Ao observar aquele homem-das-cavernas o encarando arisco, ele não consegue evitar e começa a acelerar a moto no ponto morto para fazer bastante barulho enquanto observa o mendigo doidão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tavs

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 07/03/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Seg Mar 07, 2016 5:57 pm

Em um primeiro momento Tavs observa aquela coisa com um determinado espanto, mas ao ver que havia uma pessoa em cima dela, ele ficava mais tranquilo, se assustando brevemente quando o animal gritava aparentemente de dor. - Para você machucar cavalo de ferro, como dominar cavalo de ferro? Tavs nunca viu isso... - ele pausava e olhava mortalmente sério pro garoto. - Garoto ser bebedor de sangue como Tavs, mestre de garoto mau de tirar vida de garoto tão novo... - Dizia com determinada empatia pelo rapaz. - Tavs não ter mestre, TAVS NASCER DA TERRA! - Dizia de forma veemente apontando pro chão - Tavs ver luz e vir conhecer. Todo dia Tavs conhecer coisa nova, Tavs também encontra homem mau, homem mau tentar bater Tavs, Tavs matar homem mau... - Dava um sorriso bobo e coçava a cabeça enquanto olhava pro rapaz,
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nick Jackson

avatar

Mensagens : 39
Data de inscrição : 01/03/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Seg Mar 07, 2016 6:02 pm

Nick escuta aquele homem insano falando e dava risada, mas não estava pronto p'ra se arriscar ainda.

- Você acordou faz pouco tempo então, isso é perigoso. De que era você é? Faz uma coisa p'ra mim e eu te ensino a montar no cavalo-de-ferro, bate com toda a sua força naquele poste, consegue fazer isso?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tavs

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 07/03/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Seg Mar 07, 2016 6:11 pm

Tavs ficava olhando pro vampiro criança, tentando assimilar as palavras dele e respondia - Tavs não acordar, Tavs nascer cinco noites atrás, Tavs ser dessa era, Tavs lembrar de coisa mas não lembrar quem é Tavs. - Quando o garoto disse que que ensinaria ele a dominar o cavalo de ferro Tavs deu alguns pulinhos, se voltou ao poste e deu um murro com toda força que ele tinha.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nick Jackson

avatar

Mensagens : 39
Data de inscrição : 01/03/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Seg Mar 07, 2016 6:45 pm

Nick vê Tavs socando o poste e o mesmo entortando e envergando até bater com a luminária no chão, apagando no caminho.

Aquela força era bem considerável para um vampiro sem Potência, mas caso esse dominasse a disciplina não seria nada de tão espectacular. Mesmo assim Nick vê algo naquele homem, talvez um potencial ou apenas uma distracção.

- Muito bom cara, como prometido eu vou te ensinar a montar no cavalo-de-ferro. Hahaha

Então Nick faz sinal para o homem subir na moto atrás de si, mas enquanto ele se aproximava ele estendia a mão fazendo um sinal para o homem parar.

- Antes de montar no cavalo-de-ferro eu preciso te avisar uma coisa. Não faça movimentos bruscos nem tente pular p'ra fora dele enquanto eu não mandar, tudo bem?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tavs

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 07/03/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Seg Mar 07, 2016 7:59 pm

Tavs ficava feliz com aquela troca, seu divertimento e excitação de poder montar aquele animal que nunca havia visto era visível em seu rosto.

O vampiro observava bem as recomendações do garoto e meneava em positivo como se tivesse entendido, em seguida ele subia de maneira desconjuntada sobre o cavalo de ferro e procurava qualquer lugar pra se segurar, Tavs dava dois tapas na lateral do cavalo de ferro esperando que ele andasse. - Cavalo de ferro cansado? - perguntava como se tivesse feito algo de errado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Ruas de Skind.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Ruas Vazias - 2ª etapa
» [Konoha] Ruas
» Os peões da guerra. (Crônica Oficial)
» Ruas de Lavender Town
» Coisas Escuras e Perturbadoras.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Wampyr: The Masquerade :: Role Playing Games-
Ir para: