Fórum dedicado à crônicas de Vampire. Várias crônicas diferentes em tempos diferentes podem estar em andamento (ao mesmo tempo!), então preste atenção ao tópico.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Ruas de Skind.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
Nick Jackson

avatar

Mensagens : 39
Data de inscrição : 01/03/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 4:03 am

Nick deixa a paranóia de lado e segue seu caminho, acelerando a moto e diminuindo como um teste. Ele havia comprado aquela moto quando foi lançada e, apesar de ter restaurado muitas vezes ela, achava que ela devia estar 100% agora. Ao chegar em sua garagem ele desmontaria peça por peça até achar o problema.


Última edição por Nick Jackson em Sab Mar 05, 2016 4:08 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paolo Lucchesi

avatar

Mensagens : 65
Data de inscrição : 29/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 4:06 am



-Para onde vamos senhor?

-Apenas de uma volta por ai, quero ver se encontro novos amigos, depois vamos à aquele bar que havia falado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 4:13 am

Enquanto Fabrizio dirigia sem rumo pela cidade uma moto passa muito rápido no sentido contrário, chegando a assustar um pouco o motorista. Enquanto ele está distraído olhando o retrovisor um homem com roupa moderna aparece na frente e ele diminui a velocidade.


Última edição por MESTRE em Sab Mar 05, 2016 4:16 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
Thomas Elderich

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 23/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 4:14 am

Tento chamar atenção do motorista
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paolo Lucchesi

avatar

Mensagens : 65
Data de inscrição : 29/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 4:22 am

-Fabrizio, por favor, ande ao lado desse homem moderno, por favor.

O carro para ao lado do homem e o vidro fume se abaixa da porta de trás

Paolo havia trocado de roupa e já lavado muito bem sua mão, porém ainda estava trajado de um Smoking porém sem a rosa, agora havia apenas um lenço em seu bolso.

-Muito boa noite meu caro - Ele diz com um pequeno sorriso do rosto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Thomas Elderich

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 23/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 4:24 am

"Uma bela noite com suas exceções, eu diria. O senhor sabe me dizer onde eu posso arranjar um hotel nesta cidade?"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paolo Lucchesi

avatar

Mensagens : 65
Data de inscrição : 29/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 4:42 am

-Iche meu amigo, até onde sei, e conheço muito bem a cidade, não existem hotéis por essas redondezas. Desculpe eu não ter me apresentado, meu nome é Paolo, Paolo Lucchesi, moro nessa cidade à muitos anos. Meu caro, o senhor parece alguém bem atualizado e educado, caso o senhor queira, poderia ficar em minha casa. Amanhã procuraríamos um lugar para lhe hospedar, talvez ainda hoje, mas apenas preciso ir à um bar antes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Thomas Elderich

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 23/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 4:44 am

"Muito prazer, Paolo, meu nome é Thomas, e eu adoraria lhe acompanhar, mas antes de qualquer coisa,"

*Fala muito baixo*

"O bar em questão é o bar anarquista local?"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paolo Lucchesi

avatar

Mensagens : 65
Data de inscrição : 29/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 4:51 am

Paolo se aproxima e repete a voz baixa

-Há sim! Eu creio que sim, algum problema? Quanto à noite, algo lhe desagrada por aqui?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Thomas Elderich

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 23/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 4:54 am

"Pelo contrario, estava justamente procurando o bar anarquista. A única coisa que me desagrada por aqui são os ladrões, mas sei que eles são necessários para manter os ratos da Camarilla longe, certo?"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paolo Lucchesi

avatar

Mensagens : 65
Data de inscrição : 29/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 5:02 am

-Por favor, antes de mais nada, entre. Quanto aos ladrões, eu não os permito onde me pagam, digamos assim e quanto à camarilla, não vejo muito terreno para elísios para este lado, mesmo sem os ladrões, aqui ainda é um berço de corrupção e caos e convenhamos, é disso que tiro meu dinheiro então, embora tenha um ou dois amigos na camarilla, que ela fique longe da nossa cidade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Thomas Elderich

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 23/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 5:05 am

Eu entro no carro e assim que termino de ouvir o que Paolo tem a dizer olho com uma cara de clara desconfiança;

"Amigos na Camarilla você disse?"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paolo Lucchesi

avatar

Mensagens : 65
Data de inscrição : 29/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 5:13 am

-Caro, eu tenho amigos em todos os lugares, não se preocupe, estou indo ao bar anarquista justo para fazer ainda mais amigos dentro desse maravilhoso sistema anarquista, amigos que podem ser úteis um dia para deixar a camarilla longe desse nosso paraíso. Caso ainda queira ir comigo ao bar irei pedir à Fabrizio ir ao local, caso queira ir sozinho lhe darei o endereço com prazer. Aliás, talvez iremos ter que nos unir daqui à alguns dias contra uma ameaça, todos nós anarquistas, já lhe darei meu cartão, as coisas podem ficar feias por aqui daqui à alguns dias.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Thomas Elderich

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 23/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 5:17 am

"Iremos juntos então. Que tipo de ameaça é esta que o senhor mencionou?"

Pego o cartão e coloco no bolso frontal do paletó
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paolo Lucchesi

avatar

Mensagens : 65
Data de inscrição : 29/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 5:20 am

--Fabrizio, ao bar, por favor. Infelizmente não posso dar especificações, mas posso dizer que não tem nada a ver com a camarilla. Posso dizer também que estou indo ao famoso bar justo para encontrar nossos amigos anarquistas para que possamos organizar alguma defesa caso este perigo se mostre real.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Thomas Elderich

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 23/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 5:22 am

Demonstro alguma frustração na expressão facial

"Excelente, vamos proteger a cidade então"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Breanna Barton

avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 4:05 pm

Não demorou mais do que uma hora para ela terminar o trabalho com a foto tirada no beco em que ficou conversando com Nik. O trabalho ficou muito bom, ela mandaria para a gráfica antes do amanhecer, queria aquela foto em especial na exposição.

Levantou do sofá, e foi trocar de roupa, ela precisava fazer uma coisa, alimentar-se.

Colocou uma calça jeans azul escura, com rasgos horizontais pequenos nas coxas, blusinha preta, sem mangas e com franjas na parte inferior, bota preta de couro de cano curto, e jaqueta de couro preto surrada, adorava aquele item. Relógio no pulso esquerdo, e levava dinheiro no bolso interno da jaqueta assim como no cano de um das botas.

Joshua ainda dormia, e que ele descansasse do quanto precisava, ela ia se alimentar, pra depois dar seu sangue pra ele.

Saiu a pé, sem o jeep. Estava usando pouca maquiagem, afinal ela pouco precisava, andaria pelos arredores do seu bairro mesmo, o local não era dos piores, mas ela sabia se cuidar, e onde não entrar. Cerca de 40 minutos andando ela acabou achando uma alma viva, contudo, quase deu meia volta, era uma criança.

E este tipo de alimento ela jamais tinha para si.

Mas, o que diabos, uma criança fazia sozinha ali no meio da noite.

- Hey... Moleque! Não é tarde pra estar nesta rua?
- Perguntou andando de lado, não iria chegar muito perto e nem ficar longe que não permitisse a criança de vê-la. Não reconheceu de imediato se era um menino ou uma menina.

Breanna era simpática e seria difícil vê-la como uma ameaça, ela sorria sem maldade, e sem parecer forçada. Pois, estava mesmo preocupada. Sabia da vida complicada de algumas pessoas da cidade, mas não imaginava o porque alguém tão jovem fosse estar sozinho na rua aquela hora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 4:17 pm

Ao se aproximar um pouco Breanna vê que se trata de um garoto de uns 12 anos chorando. Ao ver aquela mulher falando com ele, o garoto corre na direcção da mesma com os braços abertos para um abraço.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
Breanna Barton

avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 4:26 pm

Era um garoto jovem, cerca de 10 a 12 anos, quando a ouviu e a viu, ele veio correndo na direção dela, a vampira ficou sem saber o que fazer, porque diabos foi falar com ele? Ela não tinha o coração mole, e ele servia apenas pra bombear seu sangue pelo corpo já morto.

Mas, era a droga de uma criança.

Ela não o abraçaria, mas ficaria imóvel.


- O que houve, porque não está em casa, e porque "tá" chorando? - Pergunta ela, mostrando-se levemente preocupada, ao que parecia ia ser encrenca.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 4:31 pm

O garoto abraça a estática Breanna enquanto chora. Então fala entre um soluço e outro.

"Eu me perdi, meu pai me bateu e eu fugi de casa, mas não sei voltar..."

Breanna sentia a orelha do garoto contra sua barriga.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
Breanna Barton

avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 8:26 pm

Ela não sabia o que fazer, fazia muito tempo que alguém não lhe abraçava, excluindo Joshua, e o pior, alguém desesperado. Ela limitou-se a passar a mão direita no cabelo do garoto e olhar em volta, tentando descobrir se não era algum tipo de armadilha.

- Calma, garoto... Como é seu nome? - Falou ainda num tom de voz macio, serena.

- Você mora só com seu pai? Se me disser como é o local onde mora, talvez eu possa te ajudar a voltar, okay? - Ela ia contornando, tentaria achar pistas do lugar pra então levá-lo. E quem sabe conversar de mais perto com este pai.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 8:43 pm

Breanna percebe que o garoto está mentindo, mas ainda assim ele parece estar chorando e com um medo real.

"Mas ele vai me bater de novo porque eu fugi, ele sempre me bate quando ele bebe... Me ajuda moça, por favor".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
Breanna Barton

avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 8:59 pm

Breanna se fosse uma pessoa comum acabaria por ceder aquele chantagem emocional e iria pra qualquer lugar da cidade com o menino, contudo, infelizmente para ele, ela não é uma garota normal e sim uma vampira cuja percepção das coisas é mais clara do que o comum.

Ela se desvencilha do abraço dele, e segura o ombro com certa firmeza, mas sem machucar, ou mostrar intenção de que queria feri-lo de alguma forma.

- A verdade, garoto. Fale a verdade... - Ela fixa seus olhos nos olhos dele, levando a outra mão com gentileza no queixo do menino e ela sorria mostrando certa paz no olhar, ou melhor, confiança.


- Aproveite que as circunstâncias te trouxeram pra mim, eu sou alguém que pode ajudar com certos problemas, se você for sincero. - Ela falou com firmeza agora. Ser dócil era bom, ser idiota nunca.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 9:16 pm

O garoto olhava p'ra Breanna ainda chorando, então ele abaixa a cabeça e fala com a voz baixa, "Meu pai não deixa eu voltar p'ra casa até eu conseguir roubar alguma coisa p'ra ele vender, desculpa...".

Dessa vez Breanna sentia que ele estava falando a verdade, o garoto parecia estar com vergonha mas nem tanto com medo dela.

"Deixa eu ir embora moça, eu tenho que achar alguma coisa p'ra levar porque estou com muito frio já...".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
Breanna Barton

avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/02/2016

MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   Sab Mar 05, 2016 10:32 pm

O pai aliciava o filho para que ele roubasse alguma coisa, e o desgraçado pudesse vender. Bem, haviam muitos assim na cidade, e isso era nojento, porque pelo visto o vagabundo enchia a cara com a grana do dia, e o garoto ainda levava pancadas sem culpa alguma.

Mais um desgraçado.

- Tudo bem... Sei como é isso. - Ela passou de leve as mãos onde havia posto dinheiro, se ele roubava pro pai poderia ter "dedos leves" e levado o dinheiro que ela tinha.

- Toma... Leva pro seu pai. - Deu o relógio que usava no pulso esquerdo pro garoto.

- Vou com você até sua casa, pra garantir que vai chegar bem, enquanto isso que tal me contar sua história? - O relógio era bom, e caro. Breanna ia analisar a situação. Homens bons e maus existiam ao montes, quem sabe aquele pai precisasse de um incentivo pra voltar a andar na linha e mostrar pro filho que o futuro poderia não ser tão sujo assim.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Ruas de Skind.   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Ruas de Skind.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Ruas Vazias - 2ª etapa
» [Konoha] Ruas
» Os peões da guerra. (Crônica Oficial)
» Ruas de Lavender Town
» Coisas Escuras e Perturbadoras.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Wampyr: The Masquerade :: Role Playing Games-
Ir para: