Fórum dedicado à crônicas de Vampire. Várias crônicas diferentes em tempos diferentes podem estar em andamento (ao mesmo tempo!), então preste atenção ao tópico.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Sala de Matheus.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Sala de Matheus.   Qua Mar 02, 2016 10:40 pm

A sala/escritório de Matheus se encontra no piso superior do Bar Striber. Conta com uma mesa, algumas cadeiras espalhadas e uma janela.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
Hagen Thorn

avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 21/02/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Qua Mar 02, 2016 11:06 pm

[Vindo: Bar Striber]

Hagen olhou pra garota quando ela lhe dirigiu palavras ofensivas, e abriu um sorriso retrucando – Definitivamente eu estava certo... Não confunda curiosidade e uma tentativa de bom convívio com pacifismo, você pode se surpreender de maneira desagradável... – sua voz mudava completamente e ele a olhava como se estudasse cada detalhe de seu corpo até encará-la nos olhos, deixando seu semblante sério e completamente morto, como se mudasse da água pro vinho, deixou aquilo de lado como se desse pouca importância e seguiu em direção a sala logo depois, vendo a garota se jogar em um sofá ao lado de Matheus.

- Sua garota é espirituosa devo admitir. – Dizia novamente amistoso em direção ao antigo e antes que ele dissesse alguma coisa já ia soltando. – É eu sei, tem um tempo que eu não apareço, Riley tem causado muitos problemas, ou só trocado farpas com ela? – perguntava dado um sorrisinho e meneando a cabeça em direção a Melissa, mas logo mudou o assunto.

- Então quais são as novas? – Até segunda ordem Hagen parecia estar em uma visita amistosa e despretensiosa, talvez tentando buscar algo que pudesse melhorar o domínio. Suas intenções de melhorar a qualidade de vida da população não era qualquer segredo pra Matheus, de certo ele já havia discutido aquilo com ele em outras ocasiões, enquanto o antigo falava qualquer coisa Hagen tomou o celular em mãos e observou a mensagem de Breanna, guardando o telefone logo em seguida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus Jones

avatar

Mensagens : 18
Data de inscrição : 23/02/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Qua Mar 02, 2016 11:17 pm

Matheus parece não se importar com as brigas e atitude de Melissa.

- Já faz tempo que eu avisei que não vou me meter nas brigas que ela arranjar de graça, então por mim se ninguém morrer e todos estiverem de acordo vocês podem brincar de torpor o quanto quiserem.

Matheus dá uma risada e Melissa faz de conta que não ouviu.

- A cidade continua a mesma coisa, sem muitas novas, uns chegam e outros vão, mas acho que você deve saber mais novidades que eu, você cuida disso, né? Me diz uma coisa, já conseguiu algum plano p'ra aquela sua idéia de levantar a cidade e tal?

Matheus fala como se não se importasse com os sonhos de Hagen, mas também não iria atrapalhá-los.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hagen Thorn

avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 21/02/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Qua Mar 02, 2016 11:33 pm

Hagen acompanhou Matheus em sua risada, ele parecia não se importar muito se a vida dos irmãos anarquistas não eram ameaçadas, mas sabia que pelo menos da parte de Riley, um frenesi poderia se tornar letal, mas por fim jogava na mesma esportiva que o ancião.

- É eu tenho um plano sim, mas preciso de pessoas pra causa. – Hagen pigarreia e prossegue. – A ideia é fazer o que nossos companheiros de Los Angeles fizeram, arranjar membros que tenham vontade de cuidar de um território, mas isso mexe com a estrutura de poder na cidade, pessoas vão ficar ofendidas achando que nós queremos nos comparar a bosta da Camarilla, outros vão achar que estaremos a bedelhar nos seus assuntos pessoais, mas não se trata de nada disso. Definitivamente eu vou ajudar a fundar-se uma gangue. – Arqueou a sobrancelha estudando momentaneamente o semblante do ancião e logo pôs-se de pé e começou a andar de um lado pro outro.

- Matheus, você sabe que o dia que a Camarilla se irritar conosco estamos fodidos, você como o mais antigo deveria incentivar os outros poucos que pensam como eu, olhe, como já te disse antes, tudo que eu quero é o bem comum, sabendo que quando a Camarilla ou os filhos da puta do Sabá começarem a se incomodar conosco, nós teremos força suficiente pra aguentar o tranco. Eu estou disposto a trabalhar pra que nosso estado livre não caia, e que nós sejamos uma pedra tão grande ao mesmo tempo tão difícil de lidar que não valhamos o problema. – De alguma maneira a ideia de Hagen era utópica, mas não longe de ser concretizada, talvez levassem anos, mas se tudo corresse da maneira que ele queria, certamente um dia aquilo poderia dar certo.

- Quando a coisa começar a dar merda eu vou precisar de costas quentes, de alguém pra mediar as relações, e esse alguém precisa ser você, o que me diz? – Hagen pôs-se encarando seriamente o ancião e permaneceu ali até que ele lhe desse alguma reposta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus Jones

avatar

Mensagens : 18
Data de inscrição : 23/02/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Qui Mar 03, 2016 12:04 am

Matheus escuta fingindo não dar tanta atenção enquanto olhava pela janela, mas Melissa observa Hagen atentamente.

- O que você acha, Melissa?

Ela fica sem palavras por um instante, pensando no que responder, mas antes de encontrar uma resposta Matheus completa:

- É o que eu pensei. Hagen, deixe eu te explicar uma coisa... Essa cidade já era assim antes do primeiro Anarquista pisar aqui, talvez fosse um pouco menos ruim, mas nunca foi Los Angeles. Essa cidade é o fundo do poço para os vivos, nem o Estado se importa com o que acontece aqui e o Rei da Dinamarca provavelmente nem aqui que isso existe, ou finge não saber. A vantagem p'ra nós é que essa cidade é livre, Anarquistas do mundo inteiro podem passar umas férias aqui sempre que quiserem, eu não estou liderando ninguém, só tomo conta p'ra que as coisas não saiam do controle. Quando você chegou aqui eu te acolhi, te protegi até, porque você é um dos nossos e estou pouco me fodendo pro que você fez pro seu clã ou se comeu a irmã de alguém.

Matheus suspira um pouco e continua.

- A verdade é que se a Camarilla quisesse destruir essa cidade eles teriam feito isso antes mesmo de eu chegar aqui, e provavelmente poderia fazer isso agora. Aqueles malucos do Sabbat não devem ter nenhum interesse aqui também, a Camarilla é tão forte em Sind que acabaria com eles um por um como se fossem piolhos.

Depois de alguns segundos de silêncio Matheus completa.

- Eu gosto de você, acho que jovens com ideais desse tipo são importantes pro movimento, mas mudanças deixam os vizinhos incomodados, e eu me comprometi a proteger todos que chegaram aqui como você. Eu vou te fazer uma coisa, vou te apresentar uns irmãos que podem ter algum interesse nesse seu sonho e deixar vocês bolarem um plano de verdade, se eu achar que ele não vai culminar na morte de todos nós vocês estarão livres p'ra fazer o que quiserem, com o meu consentimento. Está bem assim?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hagen Thorn

avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 21/02/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Qui Mar 03, 2016 12:16 am

Hagen mostrava um contentamento explicito com as palavras de Matheus, quando ele lhe falou sobre apresentar uns caras com uma visão parecida, o setita meneou positivamente, enquanto seu olhar era de respeito pelo ancião, um respeito verdadeiro.

- Eu nunca te contei foi? Aqueles malucos queriam que eu ficasse adorando um deus falso ou morto, e eu me recusei, simples assim. – fazia uma expressão com as palmas da mão pra cima como se não soubesse ou falasse um foda-se.

- Matheus, eu entendo perfeitamente como a cidade funciona e que nossa única proteção atualmente é não sermos percebidos, mas você sabe tão bem quanto eu que isso vai acabar mais cedo ou mais tarde e é bom estarmos preparados pra quando isso acontecer, a camuflagem não vai durar muito tempo. – Hagen se expressava mortalmente sério, a sua preocupação com o futuro era muito maior do que com o presente, ele obviamente queria se resguardar pra aquele futuro. – Semana passada um cara ligou desesperado pra rádio falando que viu um sujeito morder o pescoço do outro, eu tive que tirar o filho da mãe do ar, se isso bate nos ouvidos de qualquer um desses príncipes que acha que tem o filho de rei na barriga a casa cai cara. – Hagen suspirava.

- Ótimo, pessoas querendo se unir a causa, invés de ficarem parados e desorganizados são muito bem vindos... Quando pretende fazer isso?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus Jones

avatar

Mensagens : 18
Data de inscrição : 23/02/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Qui Mar 03, 2016 12:53 am

Matheus gira uma moeda entre os dedos enquanto responde.

- Aproveite esse tipo de ligação p'ra fazer alguma brincadeira sobre gente brincando de lobisomem na cidade, sei lá. Se alguém realmente sair muito da linha eu mesmo vou cuidar disso.

Então Matheus abre uma gaveta, tira uma agenda e começa a anotar alguns nomes.

- Aqui, esses caras podem se interessar pelo que você quer fazer, e se eles não se interessarem... Pelo menos você vai saber quem se opõe. Diga que eu passei o contacto e ninguém vai te fazer mal.

Matheus entrega o papel para Hagen, com os escritos:

. Paolo Lucchesi [telefone] VE
. Zouc Enough [telefone] NO
. Breanna Barton [telefone] TO

- Se você conseguir a ajuda desses três, pode mudar todas as áreas da cidade. Mas não se esqueça... Sem fazer nada muito drástico.

Nesse momento Matheus vai até a janela e vê lá em baixo Nick e Riley "se matando".

- Sua namorada está levando uma surra, mas ela até que não é ruim não.

Então ele joga a moeda no rosto de Nick, que olha assustado. Riley olha também e Matheus não diz nada, apenas observa os dois profundamente e se afasta, sentando novamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hagen Thorn

avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 21/02/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Qui Mar 03, 2016 1:26 am

Hagen retrucava. – Relaxe, eu posso cuidar da mídia local, isso é tranquilo, eu tenho bons amigos e contatos pra evitar que isso saia do controle, mas o que quero dizer é que estamos expostos pra qualquer um que acredite que cadáveres conseguem andar veja o que realmente somos. Eu não só a favor da máscara, nem das punições que a Camarilla prega, mas todo mundo sabe que não se cospe no prato que come. – Dizia meneando em positivo comose realmente acreditasse naquelas palavras.

Esperou Matheus pacientemente anotar os contatos de sua agenda e os observou – Breana, é eu conheço ela, já meio que marcamos um encontro informal, irei vê-la assim que possível. – Observava mais atentamente, passando o olho pelo Ventrue, o homem não lhe tirava nenhuma expressão, mas ao ver um Nosferatu anotado naquela pequena lista, não se conteve – Nossa, dizem que esses caras são feios... – Apesar de toda pompa e boa articulação política, aquela expressão era o que delatava sua pouca idade, Hagen jamais havia visto um Nosferatu até então, aquelas bestas horríveis eram reclusas demais pra se apresentarem abertamente, a única coisa que ele sabia sobre eles era que viviam nos esgotos e em lugares afastados do convívio social e eram fortes como mulas, achoi interessante um deles se preocuparem com objetivos semelhantes ao dele.

- Certo, vou procurar esses outros dois que não conheço, agradeço pelo contato. – dizia de maneira educada, até que finalmente começou a se virar pra retira-se do local quando Matheus falou aquele comentário sobre Riley.

Hagen aproximou-se rapidamente da janela e olhou pra baixo, sua intenção era de pular em cima do moleque que ele desconhecia, as presas estavam a mostra e seus olhos tomavam um formato genuíno de uma serpente, Hagen encontrava-se a beira de um frenesi e o alvo era o rapaz, trepou na janela com um intuito claro de voar pra cima dele, sem se importar com a queda, sentia uma necessidade incontrolável de defender sua companheira, era difícil Hagen sair do salto, ele geralmente era bem sociável, mas ver sua mulher apanhando lhe atiçaram um instinto maior do que ele, até que sentia a mão de Matheus o agarrar por trás o impedindo de concretizar seu salto...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MESTRE
Admin


Mensagens : 108
Data de inscrição : 07/07/2015

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Qui Mar 03, 2016 1:35 am

Matheus segura no ombro de Hagen e o puxa de volta para a sala com uma força muito grande mas sem machucar. Hagen sentia como se Matheus fosse uma estátua de dez toneladas o segurando, mas ver a expressão tranqüila no rosto de Riley deve tê-lo acalmado também. Ele entendeu que ela não estava em perigo real e Matheus fechou a janela de novo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wampyr.forumeiros.com
Hagen Thorn

avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 21/02/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Qui Mar 03, 2016 1:46 am

[Indo: Bar Striber]

Matheus era um sujeito inacreditavelmente forte, Hagen não tinha a menor chance de continuar aquela investida, seu corpo tombava pra trás e ele caia ao chão sendo arrastado uns poucos metros até o meio da sala.

O corpo de Hagen tremia, e seus olhos se fecharam por alguns segundos, aquela era uma luta que só ele mesmo poderia vencer, a sua metade fera pedia pra sair e tentar novamente pular aquela janela e partir aquele moleque em 2, porém ver o rosto de Riley tranquila fazia com que ele tivesse um “incentivo” para lutar com sua besta.

Quando Hagen abriu os olhos novamente ele parecia bem, seus olhos haviam voltado ao normal, suas presas estavam no lugar, levantou-se batendo uma poeira do corpo que não existia e respirou fundo de alívio. – Desculpe pelo transtorno, Riley fica fazendo essas brincadeiras e me tira do sério. – As palavras do setita eram verídicas, ele meneou positivamente com a cabeça em forma de cumprimento ao Brujah de se retirou da sala ligeiramente envergonhado por aquela situação.

Desceria as escadas indo rapidamente em direção a Riley.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus Jones

avatar

Mensagens : 18
Data de inscrição : 23/02/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Seg Mar 07, 2016 3:35 pm

Matheus senta-se e mostra uma cadeira para Lucchesi.

- Então, o que o traz aqui? Imagino que não seja o ambiente elegante.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paolo Lucchesi

avatar

Mensagens : 65
Data de inscrição : 29/02/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Seg Mar 07, 2016 10:44 pm

Paolo senta-se e cruza as pernas, sente-se mal por nunca ter ido ali, as coisas teriam sido muito mais simples se este fosse o caso.

-Bem Sernho Matheus, veio ao meu conhecimento que há um certo perigo no ar. Nada de camarilla ou sabath, para botar em perspectiva seria mais como um... uma força do caos, chegando à cidade. Eu poderei dar mais detalhes em alguns dias, não pretendo alarmar muito e ser um alarme falso. Vim aqui para pedir ajuda CASO a ameaça se torne real. O outro motivo que vim aqui é que acho que devo pedir desculpas por nunca ter vindo aqui conhecer meus companheiros, não pretendo mais manter esse vácuo de interações então resolvi dar as caras e, quem sabe, fazer novos amigos.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus Jones

avatar

Mensagens : 18
Data de inscrição : 23/02/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Seg Mar 07, 2016 10:58 pm

Matheus escuta Lucchesi e depois responde.

- Estou interessado em saber que ameaça seria essa. Mas sobre a parte de fazer amigos... Fique à vontade, sinta-se em casa e, caso apareça algum problema, pode me avisar. Agora, o que é isso que você estava falando antes?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paolo Lucchesi

avatar

Mensagens : 65
Data de inscrição : 29/02/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Seg Mar 07, 2016 11:04 pm

O rosto de Paolo perde um pouco do ar alegre de sempre como se ficasse chateado pelo fato de não poder dar mais esclarecimentos:

-Olhe Matheus, eu estou fazendo pesquisas junto de alguns membros sobre o tal que vai aparecer pela cidade, antes dele ele aparecer provavelmente iremos lhe dar um retorno, mas lhe daremos depois de angariar mais informações, é um assunto bem delicado que, pelo menos por enquanto, está seguro e apenas precisa de mais informações. Quando angariarmos elas, falaremos ao senhor o que for relevante, o senhor está de acordo? A última coisa que eu queria seria ser conhecido como o - Paolo faz o gesto com as mãos - "novato" que chamou todos para enfrentarem um coelho, seria algo péssimo...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus Jones

avatar

Mensagens : 18
Data de inscrição : 23/02/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Seg Mar 07, 2016 11:07 pm

Matheus observa Paolo com um olhar de desconfiado, mas depois muda de expressão.

- Tudo bem Lucchesi, confio em você e sei que vai me falar tudo o que sabe assim que conseguir mais informações, certo?

Depois da resposta de Lucchesi Matheus se levanta e os dois saem da sala juntos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus Jones

avatar

Mensagens : 18
Data de inscrição : 23/02/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Seg Mar 07, 2016 11:44 pm

Matheus volta p'ra sua sala seguido pelos três estranhos plus Nick, que por alguma razão havia seguido o cara com jeito de mendigo.

- Ok, quero os três me explicando um por um quem são e o que vieram fazer aqui. Essa cidade pode até ser bagunça, mas tudo tem limites. QUAL DE VOCÊS É MALKAVIANO?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nick Jackson

avatar

Mensagens : 39
Data de inscrição : 01/03/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Ter Mar 08, 2016 12:03 am

Nick entra com Tavs e começa a se explicar.

- Eu achei esse cara aqui na rua e trouxe ele, o cara está sujo mas é tranqüilo, pode deixar que eu me responsabilizo. E esse cara também não fala muito bem, então não quis deixar ele entrar sozinho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tavs

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 07/03/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Ter Mar 08, 2016 12:12 am

Tavs mantinha-se quieto, coçava a cabeça de modo a disfarçar-se (inutilmente) como se nada daquilo fosse com ele, quando Nick se pronunciou seu primeiro instinto foi ficar quieto, no entanto numa luta visível pra falar naquela situação onde ele ganharia atenção de mais de duas pessoas ele disse. - Tavs não saber por que vovozinho brigar com Tavs, Tavs não fazer nada demais... - e dera dois passos pra trás.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nick Jackson

avatar

Mensagens : 39
Data de inscrição : 01/03/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Ter Mar 08, 2016 12:19 am

Nick faz sinal p'ra Tavs ficar quieto mas não adianta, então ele começa a falar junto com o homem.

- Pera aê, pera aê! Tavs, deixa que eu falo, ok? Matheus, eu vou cuidar dele e tal, pode deixar que da próxima vez que você ver o cara ele vai estar bem melhor. Ok?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus Jones

avatar

Mensagens : 18
Data de inscrição : 23/02/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Ter Mar 08, 2016 12:24 am

Matheus observa aqueles dois e responde.

- Se você quer brincar de Tamagochi o problema é seu, mas da próxima vez que eu ver esse cara quero ele falando igual gente e de banho tomado. Escuta aqui Nick, você está comprando um problema que não é seu, assumindo uma responsabilidade sei lá porque, mas se eu descobrir que tem alguma armação ou que você abandonou ele eu vou te dar uma surra pessoalmente, e não vai pensando que vai ser a mesma coisa que essa criançada que você gosta de provocar.

Então Matheus pensa mais um pouco e diz.

- Você não abraçou esse cara agora não, né? Ou pior... Esse cara não é um antigo que acordou confuso e você acha que vai se "aproveitar" da situação... Né??
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nick Jackson

avatar

Mensagens : 39
Data de inscrição : 01/03/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Ter Mar 08, 2016 12:26 am

Nick faz gestos com a mão.

- Não não não! Eu achei ele perdido mesmo mas o cara não é tão velho assim, até porque se eu planejasse algo eu não traria ele aqui p'ra todo mundo ver, né? Ele só deve ser sido abraçado de um jeito maluco e ficou confuso, eu vou cuidar do cara, pô, vocês deviam me agradecer!

Depois de falar isso ele segura no braço de Tavs e diz "Não fala mais nada, só vem comigo, ele está bravo hoje". E os dois saem da sala.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tavs

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 07/03/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Ter Mar 08, 2016 12:32 am

Tavs seguia Nick, sem dizer muito mais coisa, ele não entendia muito bem o que se passava, ao sair da sala Tavs se volta a Nick e comenta. - Ele bravo com Tavs por que Tavs quebrou homem mau no meio? - além disso ele seguia Nick sem muito a questionar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yohan Enough

avatar

Mensagens : 55
Data de inscrição : 21/02/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Ter Mar 08, 2016 7:14 am

Yohan esperava até que chegasse sua vez.

Imagina que loucura? Este tal Nick encontrou um maluco no meio da rua, que mais parece o deus grego Zeus, e acha que pode domesticar o cara como se fosse um poodle. Eu sabia que esse moleque estava chapado!

Ouve então a palavra "banho" e o quanto aqueles caras se importavam com o asseio corporal.

Qual o problema em ser um pouquinho sujo? Eu hein!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus Jones

avatar

Mensagens : 18
Data de inscrição : 23/02/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Ter Mar 08, 2016 11:37 am

Matheus vê aquele cara estranho e sujo, e como Thomas já havia meio que se apresentado antes ele parte p'ra esse.

- Você, quem é e o que quer?

Era notável uma rispidez em sua fala, ele estava nervoso já com os acontecimentos da noite.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yohan Enough

avatar

Mensagens : 55
Data de inscrição : 21/02/2016

MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   Ter Mar 08, 2016 12:11 pm

"Opa, acho que essa foi pra mim!" -Pensava com um certo nervosismo-

_Eeeerrr senhor Matheus, acho que teve um pequeno engano...

_Eu sou um Enough. Sou Yohan, lembra de mim?
Já fomos apresentados antes... Meu irmão fez questão que conhecesse todos os membros importantes antes de andar pela cidade.

_É que o senhor não me conhecia com este rosto...

_Sou o Nosferatu.

Pigarreia após se explicar, aquele cara estava muito nervoso e pelo que dizem, ele tem uma mão bastante pesada.

_Eu estava aqui atrás de alguns membros que visitam o local com uma certa freqüência, se é que me entende.

_Acho seu bar um local excelente para conversarmos assuntos de nossa causa de forma mais tabela, e como o senhor sempre foi aberto a visitas, imaginei que não teria problema em vim até aqui. Mas se quiser eu vou embora agora mesmo, não queira atrapalhar nada...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Sala de Matheus.   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Sala de Matheus.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» » Andar inferior: Biblioteca & Sala de armas «
» Sala de Armas [NOVA]
» Sala de Gravidade Aumentada
» Sala de jogos
» Sala de Jantar

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Wampyr: The Masquerade :: Role Playing Games-
Ir para: